MEI , o melhor caminho para começar empreender

 O sonho de muita gente é ter seu próprio negócio, mas não é fácil manter uma empresa aberta num país onde a burocracia e impostos são altíssimos.

Para quem quer começar uma boa solução pode ser abrir o MEI (MICRO EMPREENDEDOR INDIVIDUAL).
Essa modalidade além de muito fácil de abrir (pode ser aberta através da internet pelo portal do empreendedor), elimina certas exigências e gastos como o contador. 

Mas atenção para ser MEI é preciso ficar atento a certas condições:

1.Não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa, ter mais de um estabelecimento, e se é sócio de sociedade empresária de natureza contratual ou administrador de sociedade empresária, sócio ou administrador em sociedade simples.

2.Contratar no máximo um empregado;

3.Exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo XI, da Resolução CGSN nº 140, de 22 de maio de 2018, o qual relaciona todas as atividades permitidas ao MEI.

4. Faturar até R$ 81.000,00 por ano ou R$ 6.750,00 por mês. 

Ainda assim para quem quer começar e não tem recursos suficientes disponível a melhor opção é ser MEI.

O microempreendedor individual terá como despesas apenas o pagamento mensal do Simples Nacional.
Comércio ou Indústria R$49,90, ou R$ 50,90
Prestação de Serviços R$ 54,90
Comércio e Serviços juntos R$ 55,90 


E com o CNPJ aberto e sua empresa ativa, organizar e estruturar sua empresa fica muito mais fácil. Gradualmente com muito trabalho e planejamento você conseguirá crescer até o seu lucro ultrapassar o limite e com toda experiência e reserva adquirido nesse tempo mudar de categoria para ME (MICRO EMPRESA) que seria o próximo passo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog